.:: Mascaro Nascimento Advogados ::.
Notícias

Notícias

Atuação
Boletins
Conteúdo Jurídico
Endereços
Serei repatriado e demitido. A empresa pode fazer isso? - dúvida respondida por Alexandra C. Cypriano Bianchi no Portal Exame
Advogada especialista em Direito do Trabalho explica quais são os direitos dos profissionais repatriados
Pergunta: Estou há seis anos como expatriado pela minha empresa, com um contrato temporário. Ao final do meu contrato, serei repatriado ao Brasil e demitido. A empresa pode tomar esta atitude? Existe alguma lei de apoio ao repatriado neste sentido? 
 
Resposta de Alexandra Cristina Cypriano Bianchi, advogada do escritório Mascaro Nascimento Advocacia Trabalhista
 
Sim, a empresa pode repatriar o funcionário e o dispensar, mas deverá efetuar o pagamento das verbas decorrentes da rescisão contratual.
 
A Lei que trata da expatriação e repatriação é a Lei 7064/82. Na lei, há previsão expressa de que o trabalhador que estava prestando serviços no exterior pode ter o retorno determinado pela empregadora ao Brasil, caso não seja mais necessário ou conveniente o serviço do empregado no exterior (Art. 7º, inciso I).
 
Portanto, a empresa pode determinar o seu retorno ao Brasil, sob a alegação de que o trabalho no exterior não é mais necessário ou conveniente.
 
Havendo a repatriação, o funcionário poderá ser demitido. Deverão ser pagas todas as verbas rescisórias, ou seja: saldo de salário, férias vencidas ou proporcionais acrescidas de 1/3, 13º salário proporcional, aviso prévio (30 dias mais três dias por ano trabalhado - como você trabalhou seis anos, 3X6=18, o que dá um total de 48 dias); levantamento do FGTS e pagamento da multa de 40%; seguro desemprego.
 
É importante lembrar que com o retorno do empregado ao Brasil não serão mais devidos o adicional de transferência, as prestações “in natura” (como moradia, por exemplo) e quaisquer outras vantagens que o funcionário recebia enquanto estava no exterior.
 
Portanto, o salário a ser considerado para pagamento das verbas rescisórias será o equivalente ao salário que o empregado recebia quando trabalhava no Brasil com as correções que foram dadas aos demais empregados.
 
Participe do dicas de leis trabalhistas. Envie suas dúvidas sobre legislação para o email: examecarreira@abril.com.br
  
Fonte: http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/serei-repatriado-ao-brasil-e-demitido-existe-lei-de
São Paulo: Tel: +55 11 2175-9000 - Fax: +55 11 3256-7401
© Mascaro Nascimento Advogados 2010 Todos os direitos reservados
Twitter Facebook LikedIn
Desenvolvido por: Original Design